CSN

Bobinas de aço na fábrica da CSN.

Criada em 1941 durante o esforço de industrialização do país promovido pelo governo de Getulio Vargas, a Companhia Siderúrgica Nacional, ou CSN, forneceu aço para a construção dos primeiros parques industriais do Brasil. Mais tarde, em 1993, foi privatizada. Atende clientes de diversos segmentos, como automotivo, construção civil e embalagens. Em 2019, faturou 2,9 bilhões de dólares e teve um lucro de 452 milhões de dólares. Faz parte de um grupo que, além de siderurgia, tem negócios nos setores de mineração, logística, cimento e energia. Está presente em 18 estados brasileiros e tem operações também na Alemanha e em Portugal.

IR PARA VAGAS NO LINKEDIN

INFORMAÇÕES GERAIS

Razão Social

Companhia Siderúrgica Nacional

NOME FANTASIA

CSN

Sede

São Paulo, SP

VENDAS LÍQUIDAS

VALOR (EM R$ MILHÕES)

11.859,7

VALOR (EM US$ MILHÕES)

2.942,4

CRESCIMENTO (EM %)

-12,6

Rentabilidade

RENTABILIDADE AJUSTADA (EM %)

16,8

RENTABILIDADE LEGAL (EM %)

16,9

RENTABILIDADE SOBRE VENDAS (EM %)

15,4

Endividamento

GERAL (EM %)

76,9

LONGO PRAZO (EM %)

56,5

LUCRO LÍQUIDO

AJUSTADO (EM US$ MILHÕES)

452,4

LEGAL (EM US$ MILHÕES)

443,9

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

AJUSTADO (EM US$ MILHÕES)

2.595,9

LEGAL (EM US$ MILHÕES)

2.524,3

Exportação

VALOR (EM US$ MILHÕES)

299,4

% DAS VENDAS

10,2

Outras informações

CAPITAL CIRCUL. LÍQUIDO (EM US$ MILHÕES)

122,9

LIQUIDEZ GERAL (EM NO. ÍNDICE)

0,5

RIQUEZA CRIADA (EM US$ MILHÕES)

29,7

NO. DE EMPREG.

14630

SALÁRIOS E ENCARGOS (EM US$ MILHÕES)

274,7

TRIBUTOS (EM US$ MILHÕES)

-434,3

EBITDA (EM US$ MILHÕES)

-328,5

CONTROLE ACIONÁRIO

Brasileiro

HISTÓRICO ENTRE 500 MAIORES