Balanço

As 50 empresas com maior patrimônio líquido do Brasil

Mesmo com o encolhimento nos últimos cinco anos, a Petrobras encabeça o ranking com folga

Postado dia 14/12/2020 por Ernesto Yoshida
As 50 empresas com maior patrimônio líquido do Brasil

Mina de Conceição, em Itabira (MG), da Vale: a mineradora tem o segundo maior patrimônio líquido do Brasil, atrás apenas da Petrobras (Foto: Janaina Duarte/divulgação/Vale)

O patrimônio líquido é um dos dados mais importantes no balanço patrimonial de uma empresa. Basicamente, ele é a diferença entre os valores do ativo e do passivo de uma organização. Em tese, quanto maior o patrimônio líquido de uma empresa, melhor a sua saúde financeira, pois maior é a sua “gordura” para tocar os negócios e realizar investimentos.

No Brasil, a Petrobras é, de longe, a empresa com maior patrimônio líquido. De acordo com os dados de MELHORES E MAIORES, o patrimônio líquido da estatal era de 77,2 bilhões de dólares no fim de 2019, quase o dobro do valor da segunda colocada, a mineradora Vale (40,9 bilhões de dólares).

A análise do balanço patrimônio é útil para observar a evolução dos negócios de uma empresa ao longo do tempo. Entre 2015 e 2019, o patrimônio líquido da Petrobras diminuiu 8,8%. Na Vale, o patrimônio líquido se manteve estável no período.

Entre os 50 maiores patrimônios líquidos do país, há 12 empresas do setor de energia (Petrobras, Repsol Sinopec, Equinor Brasil, Furnas, Shell Brasil, Eletronorte, Chesf, Norte Energia, Isa CTEEP, Copel GET, Energia Sustentável do Brasil, Petrogal Brasil), seis operadoras de telecomunicação (Vivo, Tim, Oi, Claro, Telemar, Oi Móvel), cinco mineradoras (Vale, Salobo, Anglo American Minério, MBR, CSN Mineração), cinco siderúrgicas e metalúrgicas (Gerdau, Usiminas, ArcelorMittal Brasil, Gerdau Aços Longos, CSN) e cinco empresas de serviços (B3, Rede, Cateno, CDHU, Cielo).

Veja no gráfico abaixo como foi a evolução nos últimos cinco anos do patrimônio líquido das 50 maiores empresas do Brasil por esse critério: